segunda-feira, novembro 17, 2003

"Matei-o porque me doía a cabeça. E ele veio falar-me, sem descanso, de coisas para que eu me estava absolutamente nas tintas. É a verdade, embora elas talvez me tivessem podido interessar. Antes de o fazer olhei, ostensivamente, seis vezes para o relógio, ele não ligou nenhuma. Creio, no entanto, que é uma circunstância atenuante que deveria ser seriamente tida em conta."

"Crimes Exemplares" de Max Aub.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home